Mulher tem garganta cortada por se recusar a ter relações sexuais com criminoso

| CLAYTON NEVES / CAMPO GRANDE NEWS


Suspeito foi preso e vai responder por feminicídio. (Foto: Polícia Civil)

Uma mulher que não teve a identidade divulgada foi esfaqueada e teve a garganta cortada por se recusar a manter relações sexuais com um homem, que acabou sendo preso na noite de ontem (11), em Água Clara.  Ela sobreviveu.

De acordo com informações da polícia, a vítima é casada e morava com o marido de favor na casa do suspeito. Apesar disso, ele tentou ficar com a mulher, que negou. Por conta da situação, o casal foi embora da casa do suspeito e se abrigou em um bar da cidade.

No dia do crime, o autor foi até o local e ameaçou marido e mulher, no entanto, os dois não deram importância à ameaça. Irritado, o criminoso se aproximou da vítima, a puxou pelos  cabelos e passou a faca na garganta da mulher.

Quando tentava esfaqueá-las em outras partes do corpo, foi impedido pelo marido da vítima que o atingiu com um um taco de sinuca na cabeça.

A vítima foi levada para o hospital da cidade. Como o ferimento não tinha acertado nenhuma veia, ela foi atendida e liberada.

O caso foi informado à polícia que fez buscas e prendeu o suspeito. Ele vai responder por tentativa de feminicídio.