Fernando Rufino, o Cowboy de Aço-Paratleta de MS conquista 1º ouro do Brasil na canoagem em Jogos Paralímpicos

| TANAMíDIA NAVIRAí / FERNANDO RUFINO COMEMORANDO SUA VITóRIA NA DISPUTA. (FOTO: MIRIAM JESKE/CPB)


O paracanoísta sul-matogrossense Fernando Rufino, o Cowboy de Aço, acaba de entrar para a história da paracanoagem brasileira. O atleta nascido em Itaquiraí, conquistou o primeiro ouro do Brasil no esporte em Jogos Paralímpicos. Rufino chegou em primeiro na final da categoria VL2 nas Paralimpíadas de Tóquio, e ainda superando recorde paralímpico com o tempo 53.077.

O atleta avançou direto para a final da competição depois de marcar 55,258s, melhor tempo de sua carreira. Além dele, outra paracanoísta sul-mato-grossense, Debora Raiza Ribeiro Benevides, também competiu nos 200 metros, mas ficou fora do pódio.

Mato Grosso do Sul segue fazendo bonito nas paraolimpíadas. O atleta campo-grandense Yeltsin Jacques, que já venceu a medalha de ouro nos 1500 e 5000 metros no atletismo, ainda tem chance de conquistar mais uma medalha. Hoje (4), o velocista disputará a maratona olímpica de 42 quilômetros.

Na mesma prova, que encerra os jogos, o atleta-guia de Fatima do Sul, Vilmar Roberto Dias, correrá ao lado da atleta de baixa visão Edneusa de Jesus.