Mãe e filha são assassinadas a tiros ao cobrarem dívida de ex-candidato a vereador em município de MS

Familiares delas disseram à polícia que Rosenilda, conhecida como Rose, estava tendo um relacionamento extraconjugal com o suspeito e ele teria pego dinheiro dela.

| G1 MS


Mãe e filha foram mortas a tiros na noite de sexta-feira (04), no município de Antônio João, a 301 quilômetros de Campo Grande, na região de fronteira com o Paraguai. O suspeito do crime é um homem de 52 anos que foi candidato a vereador da cidade nas últimas eleições.

De acordo com o boletim de ocorrência, Rosenilda Rodrigues Maciel, de 54 anos, e a filha, Andréia Rodrigues Maciel, de 34, foram mortas na rua, logo após terem saído da casa de uma vizinha.

Conforme a polícia, as vítimas foram baleadas ao cobrarem do suspeito uma dívida financeira. Na versão de familiares das vítimas à polícia, Rosenilda teria um relacionamento extraconjugal com o suspeito e ele teria pego dinheiro dela.

Moradores da rua onde aconteceu o crime disseram à polícia que ouviram tiros e uma mulher gritando por socorro.

O suspeito fugiu de carro logo após o crime e até a publicação desta reportagem não tinha sido localizado. O caso foi registrado como homicídio.