Internada desde domingo, jornalista Jucyllene Castilho morre aos 35 anos em Campo Grande

| MIDIAMAX


Jornalista Jucyllene Castilho (arquivo pessoal)

A jornalista Jucyllene da Silva Castilho, de 35 anos, morreu na tarde desta terça-feira (02) em Campo Grande. Jucyllene estava internada no Hospital Unimed para tratamento de trombose desde o último domingo (28), em Campo Grande.

A jornalista faleceu em decorrência de uma parada cardíaca sofrida na noite desta segunda-feira (01). Jucyllene que já trabalhou no jornal Midiamax, atualmente estava na assessoria de imprensa do deputado estadual Capitão Contar (PSL). O jornal Midiamax presta condolências à família de Jucyllene.

Outro profissional da imprensa de Campo Grande que faleceu nos últimos dias foi o repórter fotográfico Valdenir Rezende, 55, vítima de covid-19, no último domingo (28). O Midiamax também se solidariza com os familiares de Valdenir.

Vacinação contra o coronavírus em Dourados deve começar pela Aldeia Jaguapiru nesta terça

Manifestantes farão carreata ‘Fora Bolsonaro’ em Campo Grande neste domingo

O Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul), postou nota de solidariedade aos familiares dos dois profissionais da comunicação de Mato Grosso do Sul.

Nota do Sindjor, falecimento de Jucyllene Castilho

É com imenso pesar que o Sindjor-MS comunica o falecimento da jornalista Jucyllene da Silva Castilho na tarde desta terça-feira (2), aos 35 anos.

Ela estava internada no Hospital Unimed desde domingo, para tratamento de trombose. A causa do falecimento teria sido em decorrência de uma parada cardíaca ocorrida na noite de ontem (1).

Jucyllene trabalhava na assessoria de imprensa do deputado estadual Capitão Contar (PSL). Era casada com o também jornalista, Bruno Arce.

Com Ernesto Geisel interditada há meses, comerciantes acumulam prejuízos e se preparam para fechar…

Aberta temporada de pesca esportiva em MS, confira o que é permitido

Com festas clandestinas e rave, 52% da população ficou em casa em Campo Grande

Neste momento de dor, o Sindjor-MS se solidariza com os familiares e amigos e expressa as mais sinceras condolências pela perda.