Parque Natural Municipal de Glória de Dourados foi pauta de reunião entre Maninho Ribeiro Secretário Municipal da SEDS e Olácio Komori.

| ADAUTO DIAS / DIAS MS


secretário municipal de desenvolvimento sustentável Magner de Paula Ribeiro (Maninho) e Olácio Komori - Foto Divulgação

O secretário municipal de desenvolvimento sustentável e gestor do Parque Natural Magner de Paula Ribeiro (Maninho)  e o Técnico agrícola do município, Valdir Correia de Araújo, estiveram reunidos com Olácio Komori, tendo como pauta do encontro,  a expansão do plantio de mudas nativas e importância do Parque Natural Municipal de Glória de Dourados.

 

O Parque Natural Municipal de Glória de Dourados esta consolidado e agrupado junto ao Cetaf - Centro Tecnológico da Agricultura Familiar Edwin Baur, que disponibiliza cursos de aprendizagem para os produtores da Agricultura Familiar a nível de Estado, tendo parceria com instituições de pesquisas e formação como a UFGD – Universidade Federal da Grande Dourados,  e Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, principalmente no quesito da cultura da mandioca com variedades já disponível  para os produtores, além de outras variedades em estação de experimento.

Na ocasião, Olácio Komori  ressaltou a importância do parque Natural Municipal de Glória de Dourados-MS, “criado pelo decreto municipal n. 18/2019 com  área de 19,72 hectares, e objetivo de proteção, preservação da biodiversidade, bioma, espécies em extensão, beleza cênica do parque local, atividades de educação ambiental nas escolas da região, lazer, recreação e turismo, conservação e manejo racional dos recursos naturais”.

“Reforçou a importância do repasse de ICMS para o parque, que, do total arrecado destinar 25% para  investimento e manutenção  do parque natural”.

Ainda Olácio, “Atualmente o parque está com área destinada e decretada de 2 hectares de mata considerada atlântica  pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), faltando a recuperação de 17,72 hectares para fechar sua totalidade ao longo dos anos, essa seria a prioridade  maior através do fundo de arrecadação ICMS,  destinado para ampliação e manejo do parque”. “Ainda  Olácio,  “a guarda compartilhada com o município, que vem apoiando com maquinários para manutenção do centro tecnológico, bem como a conservação do parque, tem contribuído muito na viabilização do espaço”.

“Lembrou também da parceria com a Cassava S/A, através de um projeto de produção de mandioca orgânica com acréscimo superior no preço de 40 % em relação a produção convencional. Relatou sobre uma plantadeira de mandioca de extrema importância no plantio direto, diminuindo os custos  iniciais da cultura e precisamente ecológico sem a remoção do solo, evitando posteriormente futuras erosões”. Concluiu Olácio Komori.

O prefeito Aristeu Pereira Nantes não mede esforços para oferecer todo apoio na parte de treinamento e desenvolvimento de pesquisas no local, e não esconde a satisfação de ver que valeu a pena todos os esforços realizados para a criação deste Parque Natural, tão importante na recuperação desta área com arvores nativas no município de Glória de Dourados.