Após surto de Covid-19, Flamengo tem 10 jogadores do elenco profissional disponíveis; veja lista

Outros três se recuperam de lesão e são dúvida para encarar o Palmeiras, caso CBF não aceite adiamento: Gabigol, Diego Alves e Pedro Rocha. Jovens da base são chamados

| GLOBOESPORTE.COM / FELIPE SCHMIDT, CAHê MOTA E FRED HUBER


O Flamengo teve seu elenco varrido pelo Covid-19 após a viagem ao Equador. Após 16 jogadores testarem positivo para o novo coronavírus, o plantel rubro-negro se viu reduzido a 10 atletas de seu grupo profissional em condições de jogo para a partida contra o Palmeiras, no próximo domingo - a diretoria tenta adiar o compromisso.

Destes 10 atletas, sete deles já foram infectados pelo coronavírus anteriormente e estão imunes: os goleiros César e Hugo Souza, o lateral-direito João Lucas, o lateral-esquerdo Ramon, o volante Gerson, o meia Arrascaeta e o atacante Lincoln.

Além deles, há aqueles que não foram infectados: o volante Thiago Maia, o meia Pepê e o atacante Pedro . Maia e Pedro, inclusive, estiveram no Equador e foram os únicos que testaram negativo nos exames de quarta-feira.

Outros três jogadores são dúvida devido a problemas físicos: o goleiro Diego Alves se recupera de uma lesão no ombro; os atacantes Gabigol e Pedro Rocha têm lesão na coxa e estão em tratamento. Destes, Diego Alves e Gabigol também já tiveram Covid-19.

O regulamento do Campeonato Brasileiro indica que cada clube pode inscrever até 40 jogadores na competição. Todo o elenco profissional do Flamengo está inscrito, naturalmente, além de jovens da base. Mas também há a possibilidade de usar qualquer jogador das categorias de base que tenha pelo menos dois anos de contrato.

Três jogadores do sub-20 que chegaram a viajar para o Equador seguirão com o elenco profissional neste momento: o zagueiro Natan e os atacantes Guilherme Bala e Rodrigo Muniz .

Além deles, a diretoria convocou sete jogadores que estavam com a equipe sub-20 para reforçar o profissional: o goleiro João Fernando, o lateral-esquerdo Ítalo, os zagueiros Noga, Otávio e Milani, o volante Richard Rios e o meia Yuri de Oliveira .

O elenco do Flamengo no momento (com reforços da base):

Goleiros: Diego Alves (lesionado), César, Hugo Souza e João Fernando;Laterais: João Lucas, Ramon e Ítalo;Zagueiros: Noga, Natan, Otávio e Milani;Volantes: Thiago Maia, Gerson e Richard Rios;Meias: Arrascaeta, Pepê e Yuri de Oliveira;Atacantes: Gabigol e Pedro Rocha (lesionados), Lincoln, Pedro, Guilherme Bala e Rodrigo Muniz.

A cronologia dos casos de Covid-19

Os casos foram espaçados. A primeira leva de positivos foi divulgada anonimamente pelo Flamengo em 6 de maio. Como a maioria era assintomática e já tinha se recuperado, não houve interferência na rotina de treinos. Apenas dois jogadores tiveram que cumprir quarentena.

Dois meses depois, no início de julho, foi a vez de João Lucas testar positivo e ficar fora das finais do Carioca. Praticamente mais dois meses se passaram até que Diego Alves e César fossem diagnosticados e, por fim, o surto no Equador.

Ao todo, 27 jogadores já foram contaminados pelo coronavírus, em um universo de 31 atletas, contando o volante Gomes, que não está listado no elenco profissional, mas viajou para o Equador e testou positivo: uma porcentagem de 87% do grupo. Dois atletas já saíram do clube: os volantes Vinicius Souza e Piris da Motta.

Na comissão técnica e no estafe ainda há outros casos, como o técnico Domènec Torrent, o chefe do departamento médico, Márcio Tannure, e o ex-zagueiro Juan.

A lista dos jogadores do Flamengo que pegaram Covid-19:

Diego AlvesCésarGabriel BatistaHugo SouzaIslaJoão LucasMatheuzinhoRodrigo CaioLéo PereiraGustavo HenriqueThulerFilipe LuísRenêRamonWillian ArãoGersonGomesVinicius Souza (já deixou o clube)Piris da Motta (já deixou o clube)DiegoArrascaetaEverton RibeiroGabigolBruno HenriqueMichaelVitinhoLincoln

Quem não foi infectado:

Pedro Pedro Rocha Thiago Maia Pepê