Arma pelo alto no Santos: cinco dos últimos seis gols de Madson foram de cabeça

| GAZETA ESPORTIVA


Contratado em janeiro, Madson começa a conquistar seu espaço no Santos. E parte da ascensão tem a ver com uma de suas principais características: o jogo aéreo.

Com 1,82 m de altura, Madson chama a atenção pela impulsão e facilidade no cabeceio. O primeiro gol pelo Peixe saiu dessa forma, no empate em 2 a 2 com o São Paulo, no último sábado, na Vila Belmiro, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na rodada anterior, deu uma assistência para Marinho na vitória sobre o Atlético-MG.

Aliás, cinco dos últimos seis gols de Madson na carreira saíram de cabeça: um pelo Santos e cinco pelo Athletico, na temporada passada.

Madson vive a expectativa de ser titular do Santos contra o Olimpia nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores da América. Ele disputa posição com Pará.

Santos 2 x 2 São Paulo - 1 de cabeça Ceará 1 x 1 Athletico-PR - 1 de cabeça Fluminense 1 x 2 Athletico - 2 gols (1 de cabeça) Vasco 1 x 1 Athletico - 1 de cabeça CSA 0 x 4 Athletico 1 de cabeça