Pedófilo é pego em flagrante após pedir foto de menina “peladinha'

| TANAMíDIA NAVIRAí


Pedreiro de 49 anos foi preso no sábado (12), pela Polícia Civil, no município de Amambai, após pedir para menina de 10 anos enviar foto “peladinha” e enviar imagem de órgão genital para ela. As conversas eram monitoradas pela mãe da criança há cerca de 15 dias.

De acordo com o jornal A Gazeta News, até a dia que a mãe encontrou as conversas no celular da filha, não havia conversas de conotação sexual, chegando a abordar temas variados, como atividades escolares. Suspeitando que a troca de mensagens tivesse o objetivo de cativar a criança, a família seguiu monitorado o pedreiro.

No sábado, o homem expôs as verdadeiras intenções e chegou a enviar foto de suas partes íntimas a criança. Além de pedir para a menina apagar a imagem, ele perguntou se a menina “teria coragem de tirar uma foto peladinha” para ele ver. A mãe repassou as mensagens para a polícia.

Ao receber voz de prisão, o pedreiro confessou ter mantido as conversas com a menina, inclusive de cunho sexual, e confirmou troca de mensagens semelhantes com outras crianças, mas tinha o hábito de apagar as conversas.

O celular do pedófilo foi recolhido e será submetido a perícia para tentar reaver as conversas e detectar outras vítimas. Encaminhado para Delegacia de Polícia Civil de Amambai, o autor foi preso em flagrante.

Crime - O autor foi enquadrado no artigo 241-D do ECA (Estatuto de Criança e do Adolescente) que considera crime “aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso”. A pena é de um a três anos de reclusão e multa.

Nas mesmas penas, incorre quem: facilita ou induz o acesso à criança de material contendo cena de sexo explícito ou pornográfica com o fim de com ela praticar ato libidinoso; e pratica as condutas descritas anteriormente com o fim de induzir criança a se exibir de forma pornográfica ou sexualmente explícita.