Casemiro, Benzema, Arthur e Robben são os destaques no resumão do futebol internacional

Real conta com jogada sensacional de dupla para vencer quinta seguida e abrir dois pontos para Barcelona. Volante brasileiro acerta com Juve, e veterano holandês volta às origens

| GLOBOESPORTE.COM / GLOBOESPORTE.COM


Desde a volta do futebol, o Real Madrid não conheceu tropeço: cinco jogos, cinco vitórias. Neste domingo, o triunfo por 1 a 0 que garantiu a liderança isolada do Espanhol nasceu dos pés dos dois jogadores de confiança do técnico Zinedine Zidane: passe de calcanhar de Benzema e conclusão de Casemiro.

Veja os gols do fim de semana no futebol europeu

Enquanto o Real se aproxima do título, o rival Barcelona segue patinando na retomada da temporada. Sábado, empatou em 2 a 2 com o Celta de Vigo. Com um elenco enxuto e envelhecido para as ambições de um gigante europeu, o Barça tem uma saída inevitável no fim da temporada: o volante brasileiro Arthur, de 23 anos, viajou para a Itália no próprio sábado e fez exames médicos para assinar contrato com a Juventus por cinco temporadas. Em troca, o volante Pjanic, de 30 anos, negocia para deixar a Juve rumo a Barcelona.

A liderança do Real, a seis jogos do fim, passa pelos pés da dupla. Em busca da escalação ideal, Zidane sabe onde começa e termina a formação ofensiva do seu time. Benzema foi o único atacante titular nessas cinco vitórias. Fez três gols, deu uma assistência e teve participação em outros dois.

Confira a tabela atualizada do Campeonato Espanhol

No meio, Casemiro foi titular em quatro dos cinco jogos, como Hazard e Kroos, e só não esteve em todos porque precisou cumprir suspensão na rodada anterior. Voltou com fome de bola: logo aos sete minutos, o volante brasileiro quase marcou um golaço do meio do campo, salvo no limite pelo goleiro Diego López. Aos 45, Benzema recebeu na área e, com um lindo toque de calcanhar, entre as pernas do marcador, deixou Casemiro livre para garantir o 1 a 0 sobre o Espanyol neste domingo.

Se na Espanha o fim da temporada pega fogo com a disputa entre os rivais, no futebol inglês, com o título da Premier League garantido esta semana pelo Liverpool, a disputa agora é pela Copa da Inglaterra. E também é briga de gigantes. As semifinais foram definidas neste fim de semana, dois clássicos entre times de Manchester e de Londres: City x Arsenal e United x Chelsea.

O Chelsea se classificou batendo o Leicester por 1 a 0, com gol de Barkley após cruzamento do brasileiro Willian. Na vitória do City por 2 a 0 sobre o Newcastle, Gabriel Jesus foi titular e sofreu o pênalti que originou o primeiro gol, marcado pelo aniversariante do dia (29 anos) Kevin de Bruyne.

Técnico rival "contrata" De Bruyne na Inglaterra

Após a partida, De Bruyne estava gravando uma entrevista para a TV do City, ainda no St. James' Park, quando o técnico do Newcastle, Steve Bruce, aproveitou para "contratar" o craque:

- Vai ficar aqui, ok? Já fez o suficiente pelo Manchester City - brincou Bruce, arrancando risos do craque belga.

Com gol nos acréscimos, Arsenal elimina o Sheffield na Copa da Inglaterra: 2 a 1Manchester United passa sufoco mas vence o Norwich com um gol no fim da prorrogação

Ainda na Inglaterra, o atacante João Pedro, ex-Fluminense, fez sua estreia na Premier League. Depois de duas partidas pelo Watford na Copa da Inglaterra, o jogador de 18 anos entrou no segundo tempo na derrota por 3 a 1 para o Southampton, no único jogo deste domingo pelo Inglês.

Na Holanda, futebol não é mais notícia desde que a temporada foi oficialmente encerrada, em maio. Mas um ídolo nem precisa de bola rolando para ser destaque. Um ano depois de se aposentar, o craque Arjen Robben, de 36 anos, anunciou que voltará a jogar na próxima temporada no pequeno Groningen, onde começou sua carreira, há 20 anos. Até quando? Ele não parece preocupado: "Talvez termine em um mês, talvez dois anos. Vamos ver".

Concorrentes sofrem para acompanhar a Juventus na Itália

Na Itália, a Juventus goleou o Lecce por 4 a 0 na sexta-feira e passou o fim de semana curtindo a folga de quatro pontos na liderança. Enquanto isso, os desafiantes sofriam para não deixar a Juve ainda mais perto do nono título seguido. No sábado, a vice-líder Lazio saiu perdendo para a Fiorentina, com um bonito gol de Ribéry, mas virou no segundo tempo, e chegou aos 65 pontos.

Confira a tabela atualizada do Campeonato Italiano

No domingo, a Inter de Milão perdia até os minutos finais para o Parma, mas também venceu por 2 a 1 com gols aos 39 e 42 do segundo tempo. Segue em terceiro, a oito pontos da Juve, com remotíssimas esperanças de título.

Outros países já começam a se despedir da temporada marcada pela pandemia de Covid-19. Sábado, na última rodada do Campeonato Alemão, o Bayern de Munique, campeão pelo oitavo ano seguido, goleou o Wolsfburg por 4 a 0 e fez uma festa discreta pelo título ganho sem torcida. Lewandowski marcou mais uma vez, chegou aos 34 gols, e terminou como artilheiro da Bundesliga pela quinta vez, a terceira seguida.

Haaland estático, e decepção do Hamburgo na segundona alemã

Já o vice-campeão Borussia Dortmund decepcionou, goleado por 4 a 0 em casa pelo Hoffenheim. Quem se destacou negativamente no vexame do Borussia foi o jovem Haaland. Apesar da temporada impressionante - 44 gols em 40 jogos, sendo 13 em 15 partidas pelo Borussia -, o norueguês de 19 anos esteve tão apático no jogo de sábado, que o mapa de calor elaborado pelo site estatístico Sofascore mostrou que a maior participação da Haaland na partida aconteceu no círculo central. Foi ali que ele deu cinco dos 18 toques na bola em toda a partida, quatro deles para reiniciar o jogo após os gols do Hoffenheim.

Mas quem decepcionou de verdade a torcida na Alemanha foi o tradicional Hamburgo. Campeão europeu em 1983 e atualmente na segunda divisão, o time do Norte do país tinha chance de se classificar para o playoff de acesso à elite, mas foi goleado em casa por 5 a 1, pelo Sandhausen, décimo colocado.

No fim, o Hamburgo terminou em quarto, com 54 pontos, um a menos que o desconhecido Heidenheim. O time que em 2014 ainda disputava a quinta divisão do país também perdeu na última rodada, por 3 a 0 para o campeão antecipado Arminia Bielefeld, mas vai ter a chance de buscar a vaga na elite em um playoff contra o Werder Bremen, 16º na Bundesliga. Cinco vezes campeão alemão, o Stuttgart garantiu a volta à elite mesmo sendo derrotado também, nos seus domínios, por 3 a 1, pelo Darmstadt.

O fim de semana foi de festa para alguns jogadores brasileiros. O zagueiro André Ramalho fez um dos gols da vitória do RB Salzburg por 3 a 0 sobre o Halrberg, que valeu o sétimo título austríaco consecutivo. Em Israel, o Maccabi Tel Aviv, do goleiro Daniel Tenembaum, ex-Flamengo, venceu o Hapoel Tel Aviv por 3 a 0 e garantiu o bicampeonato israelense.