De terça-feira em diante, ninguém entra e ninguém sai de Campo Grande de ônibus

Concessionária que administra rodoviária tem três dias para notificar todas as empresas

| CAARAPó ONLINE/JONES MáRIO


Sem exceções, nenhum ônibus intermunicipal, interestadual ou internacional sai ou entra em Campo Grande a partir de terça-feira (24.03). A concessionária que administra a rodoviária tem três dias para notificar todas as empresas que operam linhas na Capital de MS.

O decreto que suspende as atividades do terminal municipal foi publicado na sexta-feira (20.03), em edição extra do Diogrande (Diário Oficial do município). O fechamento começa na terça-feira e segue por 20 dias.

Segundo o diretor-presidente da Agereg (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos), Vinicius Leite Campos, a interrupção foi instituída a partir de terça-feira a fim de dar tempo para notificar todas as viações.

Campos assegura que não há exceções ao decreto. “O único ponto autorizado para transporte intermunicipal e interestadual em Campo Grande é a rodoviária. Se fechou, está suspenso”, determina.

Na última quarta-feira (18.03), a ANTT já havia instaurado a suspensão do transporte internacional terrestre de passageiros. A iniciativa tem vigência de 60 dias e poderá ser prorrogada.

Vans - O decreto baixado pelo prefeito não aborda o transporte intermunicipal por vans. O setor continua operando em Campo Grande enquanto espera alguma determinação.

Narciso Pinto Pereira, 68, responsável por linha expressa entre a Capital e Três Lagoas, relata que o movimento já caiu bastante. Com vaga para 15 passageiros, a van que deixou a cidade na divisa com São Paulo, nesta manhã, haviam seis pessoas.

“Por enquanto ainda não paramos. A gente não sabe como vai ser a partir de segunda-feira. Cada dia é uma novidade”, disse. A reportagem não encontrou representantes da cooperativa de vans de Campo Grande para comentar o assunto.

Casos de Covi-19 - Segundo última atualização da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Mato Grosso do Sul tem 12 casos confirmados de novo coronavírus - todos eles em Campo Grande. A pasta monitora outras 52 ocorrências suspeitas. O número de notificações é de 209.