Câmeras de reconhecimento facial começam a ser instaladas nesta semana na 14 de Julho

Para instalação, fornecimento de internet gratuita será interrompido

| CORREIO DO ESTADO / GLAUCEA VACCARI


Instalação de câmeras faz parte do Reviva Campo Grande - Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Na próxima sexta-feira (24), mais 17 câmeras de monitoramento em tempo real começam a ser instaladas na Rua 14 de Julho. A via já conta com quatro câmeras, além de outras 22 espalhadas em outras ruas que, somadas as novas, irão totalizar 39 equipamentos, sendo os novos com tecnologia que permite reconhecimento facial.

As 17 novas câmeras serão instaladas na extensão que vai da Avenida Fernando Correa da Costa até a Mato Grosso.

Monitoramento será feito em tempo real, 24 horas por dia, sendo os equipamentos interligados ao Centro de Operação da Guarda Civil Metropolitana e a Base Preventiva Ostensiva instalada em dezembro de 2019, dentro da Praça Ary Coelho.

Doze agentes fixos trabalharão em escala 24x72 no monitoramento, para atender de imediato possíveis ocorrências na região central da Capital. O sistema também permite a gravação de imagens.

Por conta da instalação do sistema de videomonitoramento, o fornecimento de internet gratuita será interrompido durante os trabalhos,das 6h de sexta-feira (24) até o dia 4 de fevereiro.

A interrupção será necessária porque a equipe precisará mexer no sistema de fibra óptica, que interfere no sistema que disponibiliza a internet. 

A instalação já estava prevista no projeto de revitalização da Rua 14 de Julho, o Reviva Campo Grande, dentro do aditivo de R$ 11,2 milhões à obra. 

Conforme informado em setembro do ano passado pela coordenadora da central de projetos, Catiana Sabadin, as 17 câmeras compradas pelo município permitem o reconhecimento facial, mas não significa que esta possibilidade será utilizada, por conta de questões de privacidade.