Com recursos do Fundersul, governo vai asfaltar 800 km de rodovias em MS

Recursos do fundo aumentaram 16,34% após alta na arrecadação

| CAARAPó ONLINE/ADRIEL MATOS


O governo de Mato Grosso do Sul deve investir os recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado (Fundersul ) para asfaltar cerca de 800 km de rodovias estaduais. Para este ano, o governo prevê R$ 778,1 milhões, sendo R$ 608,5 milhões destinados para a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos, responsável pelas obras.

Em entrevista em dezembro de 2019, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que 75% desses recursos irão para as obras em rodovias, que é a finalidade do tributo. “O planejamento para os próximos anos é pavimentar 800 km de rodovias novas. Reconstruir outros 560 km e construir mais 130 pontes de concreto. Além de toda manutenção nas rodovias do Estado”, explicou.

O Fundersul teve um aumento de 16,34% em 2020, após a Assembleia Legislativa do Estado (Alems) aprovar uma alta de 40% na arrecadação para o fundo, uma das medidas previstas no pacote fiscal do governo. A medida gerou protestos de produtores rurais, principais contribuintes do Fundersul.

Nessa mesma entrevista, Azambuja justificou o aumento. “É bom que a gente explique o Fundersul para as pessoas entenderem. Metade do fundo é pago pelo setor produtivo: carnes, grãos, cana, madeira, entre outras culturas. A outra metade é oriunda de recursos do próprio governo. Isso é ICMS que a gente tira do caixa todos os meses e deposita no Fundersul. Este fundo rodoviário é extremamente positivo para que se tenha investimentos”, afirmou.