Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
16 de Junho de 2017 às 09h21min
Zonas eleitorais de Deodápolis, Fátima do Sul e mais 24 municípios de MS podem ser extintas

Nova News

 

 

Na prática, a ideia do órgão é incorporar as zonas extintas a zonas eleitorais de cidades mais próximas - Foto: Reprodução

 

Uma portaria do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) trata da extinção de 26 zonas eleitorais em Mato Grosso do Sul, entre elas, as de Anaurilândia e Bataguassu. Ciente da situação, a deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) está pedindo ao TSE a revogação da decisão.

O documento, apresentado na quarta-feira (14) no plenário da Assembleia Legislativa, foi encaminhado ao presidente da corte, ministro Gilmar Mendes. O mesmo pedido já foi apresentado pela Assembleia Legislativa à presidente do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges.

A portaria do TSE 372/2017, do último 12 de maio, estabelece a extinção de zonas eleitorais das cidades Cassilândia, Fátima do Sul, Bataguassu, Camapuã, Porto Murtinho, Água Clara, Aparecida do Taboado, Iguatemi, Sonora, Caarapó, Pedro Gomes, Bonito, Mundo Novo, Bandeirantes, Rio Negro, Deodápolis, São Gabriel do Oeste, Inocência, Dourados, Nioaque, Sete Quedas, Anaurilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Três Lagoas e Ponta Porã.

"A medida acarretará inúmeros prejuízos à população, uma vez que municípios que hoje são sede de Zonas Eleitorais deixarão de contar com esse serviço próximo ao cidadão. Sobretudo porque, em Mato Grosso do Sul, diferente de outros Estados, os municípios ficam em média 50 a 100 quilômetros longe um do outro", justificou Mara Caseiro.

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Arlei Caravina, vai se reunir na próxima segunda-feira (19) com senadores, deputados federais e estaduais, na sede entidade, em Campo Grande, para discutir o assunto.

Ele considera a decisão do TSE um desrespeito e o fechamento das Zonas Eleitorais totalmente desproporcional. Na prática, a ideia do órgão é incorporar as zonas extintas a zonas eleitorais de cidades mais próximas sob justificativa de se reduzir custos. (Com informações da assessoria).


 
Notícias Recentes
Deputado faz votação-relâmpago em plenário vazio e aprova em 1 minuto projeto na Comissão de Educação
Veja o video:Tiririca anuncia que deixa a política: “Saio totalmente com vergonha”
Hospital da SIAS de Fátima do Sul recebe emenda parlamentar de Onevan
PL apresentado por Renato Câmara propõe alterações no cadastro fiscal para contribuintes em situação regularização fundiária
Onevan participa de formatura e assegura emenda para Guarda Mirim de Naviraí
Militar morre após colisão frontal com carreta
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet