Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
09 de Novembro de 2017 às 08h15min
Vasco vira dentro da Vila e deixa Santos longe do título

Gazeta Press

Após mudar a postura contra o Atlético-MG, no último sábado, o Santos voltou a sofrer com problemas de criação no ataque diante do Vasco, nesta quarta, na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, a equipe comandada por Elano chegou até a abrir o placar, com Ricardo Oliveira. Aos 39 minutos do segundo tempo, porém, Evander, acertou um chutaço de fora da área, empatando o jogo. Já aos 47, Nenê cobrou falta com categoria e decretou a virada, que deixou o Peixe bem longe da conquista do Campeonato Brasileiro.

Com a derrota, o alvinegro parou nos 56 pontos, viu o Corinthians seguir abrir nove pontos na liderança e ainda perdeu a segunda colocação para o Grêmio. O Vasco, por sua vez, chegou aos 48 e segue vivo na luta para conquistar uma classificação para a próxima Libertadores.

Agora, os santistas só voltam a entrar em campo na próxima segunda-feira, quando terão pela frente a Chapecoense, às 20h (de Brasília), na Arena Condá, pela 34ª rodada do Brasileirão. Um dia antes, no domingo, às 17h, o Cruz-Maltino recebe o São Paulo em São Januário.

 


Nenê marcou o gol da virada vascaína no fim da partida (Foto: Nelson Costa/CRVG)


Vasco melhor e empate no placar
Ao contrário do que aconteceu na vitória sobre o Atlético-MG, no último sábado, o Santos não conseguiu impor um grande ritmo no ataque diante do Vasco, tanto que as primeiras oportunidades foram do time carioca.

Aos 7 minutos, Paulinho deixou Caju no chão e tocou para Gilberto. Dentro da área, o lateral mandou pra fora. No ataque seguinte, Nenê cobrou escanteio fechado. Vanderlei espalmou e evitou o gol olímpico.

O Peixe respondeu aos 10, quando Victor Ferraz achou Ricardo Oliveira sozinho dentro da área. O centroavante poderia rolar para Arthur Gomes, que estava completamente. Porém, o camisa 9 tentou mandar direto e Gilberto desviou, salvando o Vasco.

Mais organizado em campo, o time carioca dominou o alvinegro em boa parte da primeira etapa. Aos 28, Nenê recebeu pelo meio e mandou uma bomba de muito longe. A bola passou raspando tinta da trave de Vanderlei.

O Santos assustou somente aos 31, quando Lucas Lima bateu escanteio, Renato cabeceou livre, e a bola bateu no braço de Paulão. Os jogadores do Peixe pediram pênalti, mas o árbitro Rafael Traci mandou o jogo seguir.

Pressionado na saída de bola e pouco criativo, o time comandado por Elano apostava exclusivamente nos arranques de Bruno Henrique. E foi justamente em um deles que o placar quase foi aberto no último lance do primeiro tempo. Lançado pela esquerda, o atacante santista entrou na área e cruzou para Ricardo Oliveira. O veterano apareceu dentro da pequena área, mas pegou muito mal e isolou a bola, decretando o 0 a 0 antes do intervalo.

Peixe marca, mas Cruz-Maltino vira no fim
O segundo tempo começou igual ao primeiro: com o Vasco assustando. Logo na saída de bola, Wellington recebeu de Paulinho e mandou colocado, de fora da área, passando perto da trave de Vanderlei.

O Santos respondeu aos 7 minutos. Bruno Henrique, sempre ele, avançou pelo lado esquerdo, passou pela marcação e rolou para Ricardo Oliveira. O centroavante, porém, furou a bola na entrada da área.

O duelo ficou moroso nos minutos seguintes, até que aos 19, Lucas Lima passou pela marcação no meio de campo e fez lançamento primoroso para Ricardo Oliveira. O centroavante dominou no peito, avançou e bateu na saída de Jordi para abrir o placar na Vila.

Em desvantagem, o Vasco se lançou ao ataque. Aos 28. Evander recebeu com liberdade na entrada da área e chutou forte para Vanderlei espalmar. No rebote, Gilberto cruzou, Ríos furou, e Ferraz afastou o perigo.

Com o passar do tempo, a pressão vascaína diminuiu e a vitória santista parecia certa. Parecia! Aos 39 minutos, Evander limpou Lucas Lima e acertou uma pancada de fora da área para vencer Vanderlei e deixar tudo igual na Vila.

O tento abalou o Peixe, que passou a errar vários passes e sofrer com os contra-ataques. Aos 47, Victor Ferraz perdeu a bola para Evander e o lance terminou com falta em Nenê na entrada da área. Na cobrança, o veterano mandou no ângulo de Vanderlei, decretando a virada na Vila

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 2 VASCO

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 8 de novembro de 2017 (quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Pedro Martinelli Christino (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Público: 7.841
Renda: R$ 211.555,00
Cartões amarelos: SANTOS: Arthur Gomes, Bruno Henrique. VASCO: Andrés Ríos, Paulão, Breno, Wellington.

GOLS:
SANTOS: Ricardo Oliveira, aos 19 do 2T;
VASCO: Evander, aos 39 do 2T; Nenê, aos 47 do 2T;

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz (Luiz Felipe) e Caju; Alison (Kayke), Renato e Lucas Lima; Arthur Gomes, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira (Copete)
Técnico: Elano

VASCO: Félix (Jordi), Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean (Evander), Wellington, Yago Pikachu (Eder Luis), Paulinho e Nenê; Andrés Ríos
Técnico: Zé Ricardo


 
Notícias Recentes
Árbitra de futebol do MS recebe insígnia da FIFA
Com dois times de MS, Copa São Paulo abre temporada do futebol
Maior Copa São Paulo de todos os tempos abre a temporada brasileira
Jair Ventura avisa Botafogo que aceitou oferta para treinar o Santos
LIBERTADORES| Saiba quem pega quem na competição do ano que vem
Corinthians e Santos serão cabeças de chave na Liberta; Verdão está no pote 2
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet