Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
07 de Fevereiro de 2018 às 14h23min
Ministério da Saúde descarta mais um caso de febre amarela em MS
Dados atualizados revelam que não nenhum novo caso está sendo investigado, Estado segue com cinco notificações, quatro descartadas
Campo Grande News

O Ministério da Saúde descartou mais um caso de febre amarela em Mato Grosso do Sul. A informação foi divulgada, nesta quarta-feira (07), por meio da atualização do boletim com o número de casos em todo o Brasil.

Até a semana passada, o caso suspeito mais recente de febre amarela no Estado foi registrado em Deodápolis, a 252 km da Capital. O dado foi divulgado no dia 30 de janeiro.

Com a atualização, MS segue com cinco casos notificados da doença, tendo aumentado de três, para quatro o número de descartes. Um outro caso segue sendo investigado pelo ministério.

O Ministério da Saúde reforça que a febre amarela é transmitida por meio de vetor (mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes no ambiente silvestre). O último caso de febre amarela urbana foi registrado no Brasil em 1942, e todos os casos confirmados desde então decorrem do ciclo silvestre de transmissão.

Em todo o país, 353 casos e 98 óbitos foram confirmados no período de 1º julho de 2017 a 6 de fevereiro deste ano. No mesmo período do ano passado, foram confirmados 509 casos e 159 óbitos. Ao todo, foram notificados 1.286 casos suspeitos, sendo que 510 foram descartados e 423 permanecem em investigação.


 
Notícias Recentes
Mortes por gripe no MS aumentam 150% em 2 semanas
Dourados tem 62 casos confirmados de chikungunya, maior número de MS
Brasil tem duas mortes por sarampo e 103 casos confirmados
Com sintomas de gripe, bebê morre no posto de saúde
Advogada morre 15 minutos após dar entrada em PS com vírus H3N2 em MS
Gripe H3N2 faz segunda vítima de 2018 em Mato Grosso do Sul
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet