Untitled Document
 
 
E-mail: adautodias@msn.com
 
 
 
08 de Junho de 2018 às 15h15min
Campo-grandense descobre que carro roubado há 10 anos estava no Detran-MS ao receber dívida de R$ 5 mil com IPVA
Polícia não achou o carro roubado nem no pátio do órgão estadual
Midiamax

O Volkswagen Gol estava batido e deteriorado no pátio do Detran. (Foto: Reprodução Facebook)  

Uma campo-grandense teve uma surpresa nada agradável nesta semana ao reencontrar seu carro roubado há 10 anos. Ela e o marido foram a um supermercado fazer um cartão e descobriram que o nome dele estaria com uma dívida de R$ 5 mil pelo IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) do carro. O que poderia ser uma simples compra, levou o casal a descobrir que o carro roubado há 10 anos esteve este tempo todo no pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

A coordenadora de promoção Maria Cícera Pereira, de 38 anos, conta que o Volkswagen Gol foi roubado em 2008, quando ela e o marido registraram o boletim de ocorrência na delegacia. Passados 10 anos sem o veículo, Maria Cícera jamais imaginou que poderia reencontrá-lo. “O nome não estava negativado no SPC (Serviços de Proteção ao Crédito), procuramos o Serasa, que mostrou um protesto do Estado pelo IPVA deste carro. Como podemos ter uma dívida por um carro que não temos há tantos anos? Fomos ao Detran e descobrimos o que aconteceu”, afirma.

O casal até se animou ao ouvir notícias do velho Gol, mas a decepção veio com a visita ao pátio do Detran. “A gente sabia que estaria depreciado por estar no pátio há tantos anos, mas não tanto assim. Está todo quebrado, batido, nem adianta tirá-lo de lá”. Maria afirma que jamais foi procurada pelo Detran ou pela delegacia e que o cadastro na delegacia está atualizado, logo não há justificativa, ela deveria ter recebido um comunicado sobre o carro.

Após o roubo, o casal ficou por quatro anos sem transporte até conseguir comprar um novo veículo. Maria Cecília e o marido já entraram com uma ação contra o Detran. “Pedimos reparação de danos contra o Detran, para pelo menos tirar o nome da negativação e quitar o débito. Se eu não tenho carro há dez anos, como vou pagar IPVA? Ele tinha dois anos de uso, queremos reaver o valor dele”, afirma.

Segundo Maria Cícera, o carro foi apreendido por uma blitz porque o condutor não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Mesmo sem terem sido informados da recuperação do veículo, o carro ficou o tempo todo no pátio do Detran. “Eles não entraram em contato com a delegacia nem conosco. Sabendo que tem restrição, ele não foi leiloado por isso”, afirma.

O Detran confirma que o veículo está no pátio desde 2009 porque tem restrição de Justiça. “Neste caso, quando tem restrição, não é emitida notificação para o condutor porque fica bloqueado no sistema”, diz o órgão. O Detran não informou sobre a ação movida pelos donos do carro e diz que casos jurídicos são confidenciais.


 
Notícias Recentes
Veículos explodem após colisão frontal e duas pessoas morrem na BR-262
Homem é encontrado morto pela esposa no Distrito de Presidente Castelo, em Deodápolis
Ônibus escolar estraga em cima de linha férrea e é atingido por trem em MS
Quatro são presos e um morre em confronto durante roubo a banco em MS
Testemunha de atentado contra prefeito é executada por pistoleiro ao sair de delegacia
“Morto”aparece no prórpio velório
   
 

2006 - 2012 © - Glória News - Todos os direitos reservados.
As notícias veiculadas nos blogs, colunas e artigos são de inteira responsabilidade dos autores.
Desenvolvido por: Ribero Design - tecnologia&internet